Entroncamento

 

Localização

entroncamentoO Entroncamento encontra-se a escassos quilómetros da margem direita do rio Tejo, integrando a região Centro (NUTS II) e sub-região do Médio Tejo (NUTS III). A localização central do concelho, cuja área territorial de 13,7 km2 aglomera duas freguesias e reúne 20.206 entroncamentenses, tornou-o num proeminente ponto de cruzamento nacional na rede ferroviária (Linha do Norte e Linha da Beira-Baixa) e desta com a rede rodoviária.

A nível concelhio é limitado por Torres Novas (norte e oeste), Vila Nova da Barquinha (este) e Golegã (sul).

Sede do município (coordenadas GPS, WGS84 Datum)

    • DDD (graus decimais): 39.4654, -8.4682
    • DMM (graus e minutos decimais): 39º27.9245', -8º28.0904'
    • DMS (graus, minutos e segundos): 39º27'55.4597'', -8º28'05.4026''

História

As primeiras referências históricas ao território onde atualmente se localiza o Entroncamento remontam ao século XVI, no livro de registos da paróquia da Atalaia em que se referenciam batizados realizados na capela de S. João das Vaginhas e moradores do Casal das Gouveias que receberam o mesmo sacramento na Igreja da Atalaia. A região volta a ser referenciada na terceira invasão francesa, em 1811, com a derrota das tropas do general Massena por um grupo de guerrilheiros locais às ordens de Madrugo num olival da Ponte da Pedra.

A proximidade de portos fluviais de relevo nos séculos XIV-XVIII, como o de Vila Nova da Barquinha e Punhete (antigo topónimo de Constância), e dos campos agrícolas pertencentes à Quinta da Cardiga trouxeram alguns moradores e muita gente de passagem nas suas vidas de almocreves, homens do rio ou agricultores.

Em meados do século XIX o Entroncamento começa a ganhar forma, mais propriamente no ano de 1859, com a assinaturado contrato definitivo para a construção e exploração das linhas do Norte e do Leste, incluindo um apeadeiro num terreno próximo da ribeira da Ponte da Pedra. Por ocasião da inauguração do troço Santarém-Abrantes, então denominado Caminho de Ferro do Leste, em 1862, e da junção da Linha do Norte (troço Entroncamento-Soure) à linha do Leste, em 1864, o local já era habitado por um número significativo de trabalhadores, vindos na sua maioria da Beira Baixa e do Alentejo, e técnicos especializados com diversas nacionalidades. Nesse período, as barracas de lona deram lugar aos primeiros bairros operários, construídos pela Real Companhia dos Caminhos de Ferro.

A população viria a sofrer alterações com a entrada de Portugal na Primeira Guerra Mundial (1914-1918) uma vez que o reforço estratégico de transportes e comunicações provocou a fixação de aquartelamentos militares na localidade devido à sua localização central. O desenvolvimento exponencial da região ao longo dos anos seguintes traduziu-se na criação da freguesia do Entroncamento em agosto de 1926, com terrenos desanexados de Santiago (Torres Novas) e Atalaia (Vila Nova da Barquinha), seguida pela sua elevação a vila apenas seis anos depois.

A constituição oficial do concelho ocorreu em novembro de 1945, impulsionada pelo ferroviário e político José Duarte Coelho, sendo a sede instalada nos atuais Paços do Concelho após a conclusão do edifício em julho de 1946. Nessa época, o Entroncamento constituía o segundo maior meio operário do país e assumia-se como a terra dos fenómenos, mito fomentado pelos jornalistas Leitão de Barros e Eduardo O. P. Brito.

No ano 1991, menos de um século e meio após a construção do apeadeiro na Ponte da Pedra, o Entroncamento conquistou a categoria de cidade, constituída oficialmente por uma única freguesia até janeiro de 2004.

Freguesias

As freguesias de Nossa Senhora de Fátima e São João Baptista constituem este concelho, sedeado na cidade do Entroncamento, que se encontra entre os cinco municípios mais pequenos do país. Quase 67% da área territorial é ocupada pela freguesia de Nossa Senhora de Fátima, a maior em termos de população residente, acima dos 12.000 habitantes.

Ambas as freguesias têm população maioritariamente adulta, com idades compreendidas entre os 25 e os 64 anos, e apresentam uma densidade populacional elevada, destacando-se a freguesia de São João Baptista com mais de 1.650 habitantes por km2.

Áreas de Especialização

O crescimento do Entroncamento deveu-se sobretudo às atividades relacionadas com o caminho de ferro, todavia, com o passar dos anos a classe operária foi sendo substituída por trabalhadores nas áreas do comércio, dos serviços, das indústrias de construção civil e dos materiais de transporte.

O número total de sociedades e empresas no concelho é o quinto maior registado no Médio Tejo, lugar ocupado igualmente no que respeita ao mercado de trabalho, empregando quase 10% da população da região. Em ambos os casos, o setor terciário é o mais significativo, centralizado no comércio por grosso e a retalho e em atividades administrativas e serviços de apoio, no qual trabalham mais de 80% da população ativa. No extremo oposto encontra-se o setor primário, que não chega a 1% do mercado de trabalho do concelho e apresenta o menor número de explorações agrícolas registadas.

Pontos de Interesse Turístico

Entroncamento é um concelho que convida a...

CULTURA

    • conhecer obras literárias de todos os tempos e estilos na Biblioteca Municipal
    • apreciar os traços arquitetónicos do Centro Cultural no edifício do antigo mercado diário, que integra uma galeria de arte e comércio

    • admirar o património religioso na Igreja Matriz, dedicada à Sagrada Família, na Capela de S. João Baptista e na moderna Igreja de Nossa Senhora de Fátima

HISTÓRIA

    • surpreender-se com a pluralidade de partidas e chegadas nas onze linhas da estação ferroviária
    • visitar os bairros ferroviários que albergaram os primeiros técnicos e trabalhadores, nomeadamente o bairro do Boneco, o bairro da Vila Verde e o bairro Camões
    • conhecer os Paços do Concelho, edifício visionário na época da sua construção
    • explorar a evolução do caminho de ferro no Museu Nacional Ferroviário e confirmar a opulência do Comboio Real, composto pela Locomotiva D. Luiz, o Salão D. Maria Pia e a Carruagem do Príncipe

LAZER

    • fazer um piquenique ou pescar na albufeira do Parque Verde do Bonito
    • esquecer o ambiente urbano por momentos, numa sombra do denso arvoredo do jardim Afonso Serrão Lopes/Zona Verde ou no coreto do jardim Parque Dr. José Pereira Caldas/da Aranha
    • relaxar com o som da água nos repuxos das praças Salgueiro Maia e da República
    • adquirir produtos frescos regionais no mercado diário

Em suma, explorar o Entroncamento é conhecer peças prestigiadas do património ferroviário português, usufruir de um ponto privilegiado para partir e chegar de viagem, investigar detalhes históricos da evolução do caminho de ferro, visitar os templos erigidos pela fé popular e provar um dos típicos Bolos Ferroviários no silêncio e natureza que envolvem a albufeira.

Principais Festividades

Ao longo do ano, o concelho celebra e partilha a sua identidade:

CRIATIVA

pela organização dos concursos nacionais de Bandas de Música Moderna (junho) e de Fotografia (novembro)

MOTARD

através da concentração anual para aficionados genuínos (setembro)

RELIGIOSA

com os festejos em honra de S. João, que integram as Festas da Cidade (junho)

TRADICIONAL

ao realizar a Feira de Artesanato e Tasquinhas, inserida nas Festas da Cidade/de S. João (junho)


FONTES

CIMT - Portal do Empreendedor, Fundação Francisco Manuel dos Santos (PORDATA – Base de Dados Portugal Contemporâneo), IGESPAR - Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico, IGP - Instituto Geográfico Português (CAOP), INE – Instituto Nacional de Estatística (Censos 2011 e Recenseamento Geral da Agricultura 2009), Reorganização Administrativa de Freguesias (Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro), sites institucionais dos municípios associados e respetivas juntas de freguesia - informação recolhida em setembro de 2013.

Notícias

PrevNext

“Moovideias – Sessão 5 "Plano de Negócios e Pitch final"

Decorre hoje, dia 14 de julho, a quinta e última sessão – Plano de Negócios e Pitch Final, onde se irá concluir os aspetos ligados à gestão financeira trabalhando, mais...

14-07-2017

Transporte a Pedido em funcionamento no concelho de Ferreira do Zêzere a partir de 17 de julho

No âmbito do projeto Transporte a Pedido no Médio Tejo, pioneiro a nível nacional na experimentação de novas soluções de transporte público adaptadas às zonas de baixa densidade populacional, e...

14-07-2017

Autarcas do Médio Tejo entregam viaturas elétricas e assinam protocolo para a Promoção da Mobilidade Elétrica na região

Decorreu hoje, dia 27 de junho, pelas 11h30, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Entroncamento, a Cerimónia de entrega de 13 viaturas elétricas devidamente adaptadas para serem utilizadas como...

27-06-2017

Sistema de videovigilância para incêndios florestais

  No âmbito de candidatura aprovada ao POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, deu-se início ao arranque da sua execução no dia 03-05-2017, dos serviços para...

23-06-2017

Presidente da CIM do Médio Tejo no 1º Congresso Empresarial da Beira Baixa

Durante três dias, cerca de 350 participantes, participaram no 1º Congresso Empresarial da Beira Baixa, que decorreu na AEBB Castelo Branco, entre os dias 26 e 28 de Maio. Maria do...

05-06-2017

IX Feira EMPRE - Empresários na Escola

  No próximo dia 6 de junho/2017, entre as 14h00 e as 18h00 vai decorrer no Parque Ribeirinho de Vila Nova da Barquinha a IX Feira EMPRE – Empresários na Escola. Em...

02-06-2017

CIM Médio Tejo organizou sessão da apresentação pública do SI2E

Teve lugar na manhã de hoje, dia 29 de maio, no TAGUSVALLEY, em Abrantes , a sessão de Apresentação Pública do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego na região...

29-05-2017

Apresentação Pública do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E)

Vai realizar-se no próximo dia 29 de maio pelas 11h00, nas instalações do Tagusvalley em Abrantes, a apresentação pública do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E) no...

25-05-2017

SI2E – Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego

Encontra-se a decorrer a 1ª fase para apresentação de candidaturas no âmbito Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E) - AVISO N.º CENTRO-M7-2017-21, o qual termina no próximo...

24-05-2017

Eventos

Est-2020

sig

Vive o Empreendedorismo

central-compras

transporte-a-pedido